Dragutã - Jaíza Sâmmara

Dragutã,
de Jaíza Sâmmara
por Editora Baraúna
2013 / 415 páginas
Cedido em parceria com o autor(a).
Livro de estreia da autora Jaíza Sâmmara, parceira aqui do blog, Dragutã foi lançado esse ano pela Editora Baraúna. Com a proposta de ser uma história intrigante, sensual e envolvente, pude concluir que sim, realmente o livro cumpre o que promete. Adorei a leitura e só tenho a agradecer a autora pela oportunidade!

A trama tem início no ano de 1555 e gira em torno de Stoyna Dragutã Zanfyr, uma jovem de 15 anos muito bonita, mas também muito má. Stoyna era reconhecida como a mais bela jovem da província da Valáquia e por isso era uma filha fútil, mimada e orgulhosa. Stoyna não poupava esforços para fazer o mal ao próximo, seja com os criados ou até mesmo com uma amiga, na maioria das vezes motivada pela inveja.

Durante sua festa de aniversário de 15 anos, uma grande comemoração foi planejada pelos pais de Stoyna. Saindo tudo nos conformes, a jovem era o centro da atenção para a sociedade valaquiana. Principalmente para Alexandru Stolojan, um dos príncipes da Transilvânia, que mesmo seus instinto dizendo para ficar longe dele, insistia em fazer o contrário. Alexandru na verdade transborda prazer.

Mal sabia o que escondia Alexandru por trás de todo seu encanto e que seria ele a sua ruína. Motivado pela vontade de fazer justiça, Alexandru planeja a morte da jovem, que surpreendentemente renasce imortal e com uma maldição que a seguirá por toda vida, a levando a refletir sobre sua antiga vida e viver intensamente a nova.

Pela sinopse não parece, mas Dragutã é na verdade uma história sobre vampiros. Sim! Como fã de histórias sobrenaturais, me surpreende quando minhas suspeitas foi confirmada logo no prólogo. O livro se desenrola de forma misteriosa e instigante. A história é surpreendentemente bem escrita e a narrativa da autora é fluída, a ponto de nos fazer ler o livro rapidamente para descobrirmos os próximos passos dos personagens. Os capitulos, que são medianos, viram sozinhos, praticamente, e por isso concluir a leitura bem rápido.

Como a história tem início no ano de 1555, todo o cenário requer uma pesquisa bem feita sobre o ambiente e costumes daquela época. Percebemos durante a leitura que a autora se empenhou em conhecer e pesquisar, fazendo sempre uma boa descrição dos locais por onde os personagens passam. A trama é narrada ao longo de mais de quatro séculos, então conhecemos ambientações como Transilvânia, Hungria, Rússia, China, Veneza e Paris, tornando a vida de Stoyna uma grande "jornada".

Quanto aos personagens, me simpatizei com uns, com outros menos. A autora me surpreendeu com o amadurecimento da protagonista. Já o Alexandru, ele ainda é uma incógnita para mim. Ele é o tipo de personagem/vilão que deve ser odiado, mas no fundo você fica em dúvida se é o certo a fazer. Um personagem que gostei bastante foi o Valeriu, líder de um acampamento cigano e um grande amigo. Assim como o Lawrence.

De um todo, Dragutã foi uma ótima leitura e gostei demais do livro. Só o final que me deixou um dúvida se terá uma continuação, pois deixa um grande gancho e algumas pontas soltas, que resultaria em um novo livro, o que torço profundamente para que aconteça! A Jaíza é uma autora talentosíssima e a vontade que fica é de ler outros livros dela, revê Stoyna, o Lawrence e até mesmo o Alexandru. Livro recomendadíssimo pra quem curte o tema vampiros à moda antiga e com uma pegada mais sensual.

Comentários

  1. Olá.
    Nossa que bacana.
    Sua resenha me deixou realmente curiosa sobre o livro e quero muito ler ele ^^.
    Adoro tema vampiros,a moda antiga? haha ótimo.
    A editora também anda com livros muito bons.
    Beijos
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito curiosa pela sinopse e pela sua resenha também, é claro. Não tinha certeza que era uma história sobre vampiros, pensei que talvez pudesse ser algo relacionado aos imortais e coisa do tipo, mas adorei saber que as 'criaturas da noite' são o foco de Draguta. Como uma grande fã de sobrenaturais, fiquei muito animada com a ideia de uma protagonista malvada e quero ler o mais rápido possível!

    Beijos
    bookaholics-anonimos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não gosto muito de livros sobre vampiros, apesar desse parecer bem interessante. E os personagens são bem diferentes dos que vejo por aí, pelo menos foi o que deu para perceber pela resenha.

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Raah, tudo bem?
    Achei bem interessante a premissa desse livro, e saber que é de uma autora nascional me deixa até orgulhosa. Dica anotada.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  5. Oi gente, sou a escritora de Dragutã Transformação e posso sim afirmar que o livro terá uma continuação, que inclusive, já está pronta! Espero que gostem do livro! Agradeço imensamente a Raysa pela resenha! Beijos a todas :)

    ResponderExcluir
  6. Muito bom!Deu vontade de ler.

    ResponderExcluir
  7. já li o livro realmente e muito bom!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário