O Duque e Eu (Os Bridgertons #1) - Julia Quinn

O Duque e Eu é o primeiro livro da série Os Bridgertons da escritora Julia Quinn. Foi lançado em 2013 pela Editora Arqueiro e possui 288 páginas.

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Nunca fui fã de romances de época, até porque eles geralmente não me atraem, porém não resisti ao livro da escritora Julia Quinn. Diante de tantos elogios à série Os Bridgertons decidi me arriscar e ler o primeiro de uma série de oito, O Duque e Eu. Como todo bom romance de época temos o casal, Daphne Bridgerton e Simon Basset. De inicio já gostei dos dois, possuem muita química e sintonia, o que acaba deixado o livro pra lá de divertido. Daphne é uma mocinha divertida, espirituosa e que sabe o que quer, enquanto Simon é gago, encantador e um tanto cabeça dura. Ambos são teimosos e orgulhosos, porém combinam e protagonizam cenas pra lá de românticas, engraçadas e sensuais.

A autora também possui uma boa narrativa e soube criar e conduzir a história com leveza e de forma descontraída ao adicionar boas doses de humor. A leitura é rápida e envolvente, apesar de previsível e muito clichê. O Duque e Eu é daqueles livros que transbordam açúcar de tão doce e que ao final da leitura nos deixa com um sorriso no rosto. Não esperava grande coisa da trama, mas gostei da leitura. É um romance simples e parecido com tantos outros que existem por ai, mas Julia Quinn fez diferente. O livro é adorável!

Comentários

  1. Todo mundo comenta sobre essa série de livros da autora, e parecem ser bem leves e divertidos. Tenho curiosidade de ler, apesar de não ser uma prioridade, até porque não é algo que me deixa louca pela leitura. Se tiver a oportunidade, claro que lerei :)

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Eu não sou muito de ler históricos, mas a Arqueiro está apostando tanto que nesse mês resolvi solicitar um e ver se gosto, não foi esse, mas quem sabe na próxima?!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário