Eleanor & Park - Rainbow Rowell

Eleanor & Park,
de Rainbow Rowell
por Editora Novo Século
2014 / 328 páginas.
Eleanor & Park da autora Rainbow Rowell se passa em 1986 e conta a história de dois jovens vizinhos, ambos com 16 anos, mas que só se conhecem no ônibus escolar. Park é descendente de coreanos e ama música e HQ's. Já Eleanor vem de uma família problemática, é ruiva, usa roupas grandes e esquisitas. Diferente de Park que não chama atenção dos colegas da escola, Eleanor constantemente é notada vira alvo de gozações.

Enquanto os dois tentam se evitar no ônibus e na escola, ambos relutantes quanto a presença um do outro, principalmente Park que não quer chamar atenção para si, descobrem que possuem gostos em comum. Assim, aos poucos, entre uma fita de música gravada e HQ's emprestadas surge uma amizade que nem a desaprovação da família ou tiração de sarro dos amigos será capaz de evitar e nem de fazerem Eleanor e Park se apaixonarem.

Eleanor & Park é nada menos que uma história de primeiro amor. Rainbow Rowell criou uma trama simples, fofa, de leitura rápida e impossível de largar. A história não tem nada de complexo, pelo contrário, é bem simples, engraçada, sincera e por vezes bem triste.

O ponto forte na trama é a sutileza com que a autora aborda os problemas dos personagens, principalmente da Eleanor que envolve bullying, preconceito e agressões na família. A autora alterna a narrativa entre os personagens o que evidência ainda mais as diferenças e dificuldades dos dois, sobretudo como se enxergam, tornando assim a leitura mais dinâmica e atraente. Aliás, a narrativa da Rainbow Rowell acabou por me surpreender de forma positiva, é direta e fluída o que dá um bom ritmo à leitura, tanto que me prendeu do início ao fim.

Eleanor & Park foi sem dúvida um dos queridinhos de 2014, daqueles romances que faz a gente voltar no tempo da escola. A história é bem fofa e bonitinha, porém triste de cortar o coração, principalmente o final que achei um tanto corrido e acredito que poderia ter sido melhor desenvolvido, o que me deixa em dúvida se gostei do desfecho criado pela autora. Sem dúvidas o que torna a leitura interessante é fazê-la sem grandes expectativas e não esperar uma grande trama. A leitura cai bem para quem gosta de intercalar histórias leves e densas.

O livro se mostrou uma leitura leve, rápida e, sobretudo triste, porém com uma ótima mensagem. Foi uma bela surpresa e o suficiente para querer ler outros livros da autora.

Comentários

  1. Oi, tudo joia?
    Eu tenho muita curiosidade em ler esse livro, sempre vejo as pessoas comentando sobre ele, então a minha curiosidade só aumenta, e pelo que acabei de ler com sua resenha tenho mais certeza ainda de que quero realizar essa leitura.

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Esse livro parece ser bacana, mas nunca me despertou muita vontade de ler, sabe?! Mas gostei da resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oie Raysa =)

    Sempre leio resenhas positivas dos livros dessa autora, mas ainda não tive oportunidade de ler nada dela ainda.

    Espero ficar encantada como todo mundo ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir

Postar um comentário